Louis Vuitton: uma viagem no tempo

Louis Vuitton: 160 anos de história

O francês Louis Vuitton (1821-1892)
O francês Louis Vuitton (1821-1892)

A Louis Vuitton – marca símbolo da excelência à francesa – apresenta em 1200m² no Grand Palais em Paris a exposição “Volez, Voguez, Voyagez – Louis Vuitton”, para contar a história da grife criada em 1854, pelas mãos do jovem e talentoso Louis Vuitton, até os dias de hoje. Na exposição é possível ver de perto os tradicionais baús de viagem da marca francesa, que foram se adaptando aos meios de transporte com o passar do tempo e ganhando tecnologia e exclusividade.

Com os elegantes baús de viagem, Louis Vuitton conquistou a alta sociedade da época, inclusive a imperatriz Eugenie, esposa de Napoleão III. Os baús podiam ser acomodados em vagões de trens, naquele que foi o período de grande desenvolvimento das linhas de trem, impulsionado pela instalção de charmosos balneários na costa francesa, como ainda testemunham as cidades de Deauville e Honfleur, na Normandia.

O circuito temático projetado e criado por Robert Carsen navega por 9 capítulos, iniciando com o símbolo absoluto da Louis Vuitton: uma antique malle. Um projeto incrivelmente moderno, que previu aquilo que viriam a ser os códigos emblemáticos da Maison e sintetizou o espírito audacioso de Louis Vuitton. A exposição apresenta objetos e documentos do patrimônio de Louis Vuitton, além de uma seleção de peças emprestadas pelo Palais Galliera, Musée de la Mode de la Ville de Paris.

LV expo
Um dos primeiros modelos da marca em 1854 (lona gris Trianon)

Criação do Monograma, ícone da marca

Com as inovações introduzidas por Louis Vuitton, os seus produtos começaram a ser imitados na Europa. Para homenagear seu pai e tentar impedir as falsificações, com a morte de Louis Vuitton, seu filho Georges Vuitton criou o monograma em 1896, levando as iniciais de seu pai “L” e “V”, juntamente com símbolos que reproduziam flores. Mesmo com o passar do tempo, alguns de seus atributos e significados seguem inalterados. Ao tornar difusas as fronteiras entre competência artesanal, arte e design, a Louis Vuitton tem englobado reiteradamente as noções de inovação, colaboração e ousadia ao longo de toda a história do monograma.

LV monograma

A mala-armário vertical Wardrobre, criada em 1875, confirma a especialização da Louis Vuitton na “arte da viagem”.

LV expo3

A posição da marca em relação ao universo da  viagem é tal que inúmeros e luxuosos produtos foram desenvolvidos sob encomenda para esse fim: a “mala-cama”, em 1879; a “mala-secretária”; a mala de sapatos; a “mala-biblioteca”, nécessaires personalizadas e malas de coleção.

LV expo4

LV expo15
Uma das minhas peças preferidas, essa mala para pique nique

Lv expo7

De todos os materiais que serviram à fabricação da malas, a madeira ocupa uma posição simbólica e determinante. Ela representa as origens modestas de Louis, o fundador. Em 1906, o catálogo de referências dos artigos e bagagens da maison Vuitton já contava com um inventário de malas de grande sucesso. Ainda hoje, esses modelos servem de suporte para alimentar a criatividade de diretores artísticos ou artistas, em um contexto de criação constantemente renovado.

LV expo8
Mala criada para o costureiro Christian Dior

Testemunhando o surgimento das primeiras longas viagens de navio e de avião, a Louis Vuitton entrou para história da bagagem, pautada na qualidade, modernidade e elegância, tornando-se uma das grifes mais desejadas do mundo.

LV expo6

Em 1997, a criação de moda e de prêt-à-porter entrou definitivamente nas atividades da Louis Vuitton. Marc Jacobs tornou-se então diretor artístico da marca por quase 16 anos. Suas coleções traduzem o universo da viagem e são marcadas por colaborações com artistas de expressão, como Stephen Sprouse, Takashi Murakami ou Richard Prince. Desde 2014, o visionário estilista Nicolas Ghesquière dirige as coleções femininas de prêt-à-porter e continua construindo uma ponte entre a sólida história da maison e as novas bases de um estilo contemporâneo inédito.

LV expo10

As bolsas Louis Vuitton são feitas à mão e levam cerca de uma semana para serem confeccionadas. Uma seção dedicada à fabricação artesanal encerra a exposição.

LV expo12

A exposição “Volez, Voguez, Voyagez – Louis Vuitton” refaz a incrível jornada da Louis Vuitton, de 1854 até hoje, através de imagens dos membros fundadores da Maison e daqueles que criam a Louis Vuitton do futuro.

Até dia 21 de fevereiro de 2016, no Grand Palais – Avenue du Géneral Eisenhower, 75008 Paris

Mais uma exposição mostrada em detalhes no Snapchat #beminparis

O sorteio do livro da exposição até 21 de fevereiro, está valendo. Fiquem atentos ao Instagram #beminparis

LV livro expo

Bonne chance !

E mais!

Exposição Paris no Le Bon Marché Rive Gauche – Leia aqui

Paris conta com mais de duzentos museus. Conheça detalhes de alguns deles em nosso perfil  @museusdeparis.

Não fique desconectado em Paris! Consulte os planos disponíveis de telefonia e internet internacional.

Post escrito por:
Edis Lima

Edis Lima

Guia Cultural e Life Coach credenciada na França. Fundadora e Diretora da Bem in Paris, apaixonada por compartilhar sobre arte e cultura francesa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe no seu perfil:
Facebook
Twitter
LinkedIn
plugins premium WordPress