Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Ai Weiwei no Le Bon Marché

Ai Weiwei Bon Marché

Compras e cultura : Ai Weiwei expõe no Le Bon Marché Rive Gauche

O artista chinês Ai Weiwei cria uma exposição exclusiva para o Le Bon Marché Rive Gauche, um dos mais elegantes ‘grands magasins’ parisienses.

Nascido em Pequim, Ai Weiwei é uma das mais importantes figuras da cena artística contemporânea. Escultor, fotógrafo, videasta, documentalista e arquiteto. A obra de Ai Weiwei denuncia as contradições da modernidade de seu país e coloca em evidência inúmeras referências históricas e culturais.

Ai Weiwei dragao 2
“Dragão em quatro segmentos”, umas das obras expostas no térreo da loja

“Interpretado no Ocidente como um animal maléfico, o dragão na China é o simbolo da imortalidade, da perserverança, da força e do sucesso. O dragão foi o emblema do imperador em todas as dinastias chinesas, detentor de poderes divinos e imperiais. O ‘Dragão’  imaginado por Ai Weiwei é composto por uma estrutura de bambu, recoberta de papel de seda. Imponente e ao mesmo tempo leve. « Dragão em quatro segmentos », e tem a missão de transmitir energia, reconforto e esperança”.

Ai Weiwei dragao

Ai Weiwei dragao 3

O objetivo do artista foi fazer da luxuosa loja, além de espaço comercial, um espaço cultural, como forma de ir ao encontro de um novo público, mais amplo, como o público de um museu. Especialmente pensadas para o Bon Marché, as obras foram realizadas em seu atelier na China.  Ai Weiwei e sua equipe trabalharam  exatamente um ano, na criação das imponentes criaturas voadoras, inspiradas do  « Livro dos Montes e dos Mares », obra clássica da literatura chinesa, que reúne contos e legendas populares da Antiguidade chinesa. Ai Weiwei presta homenagem a tradição chinesa, se inspirando da arte ancestral de fazer pipas com estruturas de bambu recobertas de seda.

Ai Weiwei expo

Ai weiwei expo 1

A exposição de Ai Weiwei no Bon Marché está distribuida : no átrio da loja, no térreo e nas vitrines da rue de Sèvres.

Ai Weiwei vitrines
As instalações intituladas « Vitrines 1 à 10 – rue de Sèvres » referem-se a mitologia chinesa e a história da arte de século XX – a exemplo de Marcel Duchamp – também, a exemplo da obra e da trajetória pessoal de Ai Weiwei.

Até dia 20 de fevereiro de 2016.

Le Bon Marché Rive Gauche – 24 Rue de Sèvres, 75007 Paris

Mostrei essa exposição no Snapchat #beminparis e quem teve a oportunidade de assistir aos vários vídeos postados pôde conferir comigo a beleza e a leveza dessa exposição incrível.

E mais!

Liquidações em Paris: les soldes – Leia aqui

Paris conta com mais de duzentos museus. Conheça detalhes de alguns deles em nosso perfil  @museusdeparis.

Não fique desconectado na Europa! Consulte os planos disponíveis de telefonia e internet internacional.

Post escrito por:
Picture of Edis Lima

Edis Lima

Guia Cultural e Life Coach credenciada na França. Fundadora e Diretora da Bem in Paris, apaixonada por compartilhar sobre arte e cultura francesa.
Compartilhe no seu perfil:
Facebook
Twitter
LinkedIn
plugins premium WordPress